Cars Cabos submarinos para “comunicar” com Açores e Madeira custam...

Cabos submarinos para “comunicar” com Açores e Madeira custam 119 milhões – Jornal de Negócios

-

- Advertisement -
- Advertisement -
- Advertisement -


O Governo vai avançar com o processo de substituição do atual sistema de comunicações que liga o território continental às duas regiões autónomas, através de um novo sistema de cabos submarinos de “titularidade pública”, num full de three.700 quilómetros, que devem estar operacionais em 2024 no caso dos Açores e no ano seguinte na infraestrutura relativa à ilha da Madeira.

A IP Telecom, operadora de telecomunicações do grupo Infraestruturas de Portugal (IP), vai preparar o caderno de encargos relativo ao futuro anel CAM, como é designado este sistema, “de modo a lançar o concurso público internacional até ao closing do ano de 2020 e adjudicar a construção e instalação até ao ultimate de 2021, sendo expectável um prazo de dois anos para a instalação física”.

Segundo um despacho assinado pelo secretário de Estado das Infraestruturas, Jorge Delgado, e pelo antigo titular da pasta das Comunicações, Alberto Souto de Miranda, que abandonou o Executivo na mais recente remodelação, este deve ser um “projeto prioritário para efeitos de acesso a financiamento da União Europeia”. A parte não coberta por verbas comunitárias é “suportada integralmente” pelo Estado português, sendo o valor deste investimento estimado em 118,9 milhões de euros.

O novo anel CAM vai dispor de seis pares de fibras óticas em todos os segmentos, complementado por um par de fibras óticas, a partir da Madeira, numa derivação que ligará ao cabo Ellalink, do consórcio entre a Telebras e a IslaLink, que está a conectar Fortaleza (Brasil) a Sines (Portugal). Este foi o “cenário A” proposto pelo grupo de trabalho constituído em meados de 2019 com o objetivo de propor a melhor solução técnica e o modelo de negócio e de financiamento, que no last do ano passado apresentou 12 recomendações ao Governo.

Portugal tem de garantir a autonomia do seu sistema de comunicações entre todo o território e não deve ficar dependente de interesses privados, não necessariamente coincidentes com o interesse nacional, nem ficar sem redundância técnica.Despacho do Governo (N.º 9333/2020)

Uma delas, como o presidente da Anacom, Cadete de Matos, já tinha confirmado em junho no Parlamento, é a gestão desta infraestrutura, atualmente nas mãos da Altice – comprou a antiga PT, membro do consórcio internacional de operadores que fez o investimento inicial nos cabos –, passar para a alçada da gestão pública. “Portugal tem de garantir a autonomia do seu sistema de comunicações entre todo o território e não deve ficar dependente de interesses privados, não necessariamente coincidentes com o interesse nacional, nem ficar sem redundância técnica”, lê-se no diploma publicado em Diário da República.

Ora, passando esta gestão a ser “exclusivamente grossista e neutra”, está também garantido “o acesso não discriminatório a todos os operadores de comunicações eletrónicas”. Apesar de a Meo se queixar da imposição de cortes às tarifas por parte do regulador, as concorrentes reclamam, por outro lado, do valor que lhes é cobrado para ter acesso a estas interligações. Aliás, um dos motivos apontados pela Vodafone para não expandir a oferta de televisão e Web nas ilhas prende-se precisamente com estes custos.

De Carcavelos e a detetar sismos

As comunicações eletrónicas para e a partir das regiões autónomas e entre as ilhas que as integram são atualmente asseguradas através deste sistema de cabos submarinos – dois a partir de Carcavelos (um para a ilha de S. Miguel e outro para a ilha da Madeira) e um terceiro entre S. Miguel e a Madeira. Estima-se que fiquem obsoletos em 2024, em 2025 e em 2028, respetivamente, lembrando o Governo que “é necessário ter em conta os prazos para a nova instalação no oceano, bem como os procedimentos concursais internacionais”. Nos últimos anos, a Anacom deixou repetidos alertas para a urgência deste investimento devido ao risco de “apagão”.

O despacho divulgado esta quarta-feira, thirty de setembro, atribuiu ainda à IP Telecom, enquanto futura subconcessionária pública da gestão e manutenção deste sistema, o dever de avaliar “oportunamente” a necessidade de substituir as ligações por cabo submarino entre a Madeira e o Porto Santo e entre as ilhas dos Açores, tendo em conta o seu período de vida e capacidade.

Certo é que os novos cabos submarinos devem ter “muito maior capacidade, em linha com o aumento de conectividade electronic esperado para os próximos 30 anos, designadamente pela generalização do 5G e pela crescente digitalização da sociedade”. E agregar novas funcionalidades e serviços, como a deteção sísmica, a monitorização ambiental ou o controlo de atividade submarina na Zona Económica Exclusiva de Portugal.

“Amarrar cabos e dados” internacionaisO Ministério das Infraestruturas, tutelado por Pedro Nuno Santos, quer “tirar partido” da posição privilegiada de Portugal – é único país do mundo que tem amarrados cabos submarinos com comunicação para todos os continentes relevantes – para “estimular a criação de uma plataforma internacional de amarração de cabos e de instalação de centros de armazenamento e computação de dados”. No despacho, que tem a data de 16 de setembro, o Executivo prevê que este projeto inclua a promoção internacional de Portugal como “plataforma atlântica de amarração de cabos e de dados, em especial na comunidade relacionada com as comunicações por cabo submarino, como a Oceanografia, a Geofísica, o Ambiente e a Defesa, bem como localização privilegiada de centros de armazenamento e computação de dados, designadamente em Sines”.

- Advertisement -

Latest news

Poonam Bajwa Is In A Relationship With Director, Suneel Reddy, Makes It Insta-Official On His B’Day

One of the most popular actresses of the South Indian cinema, Poonam Bajwa is breathtakingly gorgeous and incredibly...

Richa Chadha Steps Out For An Evening Date With Beau, Ali Fazal In A Chic Kaftan [Pictures Inside]

Richa Chadha and Ali Fazal had met on the sets of Fukrey and had instantly connected. They had...

Kajal Aggarwal Flaunting Bridal Mehendi In A Beautiful Outfit Proves A Happy Bride Is The Prettiest

Just a day or two left before you embark on the journey as someone’s Mrs, you must be...

Israel-Sudan normalisation deal: Trump expects Saudi Arabia in the mix

US President Donald Trump has announced Israel-Sudan normalisation deal. President Trump has removed Sudan from the list of “countries...

Covid-19 surge in the US: Authorities report record daily surge in infections

More than 80,000 new patients with coronavirus infections were reported in the most recent Covid-19 surge in the US-...

France recalls ambassador from Turkey after Erdoğan criticizes Macron

In a recent diplomatic ‘halt’ between two NATO allies, France recalls ambassador from Turkey. The French government made the...

Must read

You might also likeRELATED
Recommended to you

%d bloggers like this: